Gardner Minshew II Jersey Daniel Jones Womens Jersey  23 anos da ethernidade de Luis Antônio – Teat(r)o Oficina

23 anos da ethernidade de Luis Antônio

Lu(i)z!

No dia 23 de dezembro, com início às 14:30h, o Oficina celebra os 23 anos da morte de Luís Antônio Martinez Correa, no espaço do Teatro Estádio provisório erguido nos terrenos no entorno do Teatro Oficina. A tenda para 1500 pessoas que abrigou os quatro espetáculos estará aberta à visitação, e em todo o espaço avcotecerão performances até o cair da noite. Será também uma festa para lembrar a vida de Luís Antônio, vítima de homofóbicos que o assassinaram em 1987, no Rio de Janeiro, com 107 facadas.

A Companhia Uzyna Uzona vai ler Acordes, de Bertold Brecht. Zé Miguel Wisnik e Celso Sim farão o show “Zé e Celso”, com músicas do Oficina. Haverá ainda performances de dança e ocupações artísticas nos terrenos do grupo Sílvio Santos, agora emprestados ao Oficina para o encerramento das Dionisíacas.

A entrada é gratuita, e o dia tem início pontualmente às 14:30h.

Evoé!

IÓ!

*PROGRAMAÇÃO*

*14:30h – Show “Zé e celso”
16:30h – Performances musicais e dança
19:00h – Leitura de Acordes, de Paul Hindemith e Bertold Brecht*

Acordes foi trabalhada diversas vezes na Uzyna Uzona e é parte de sua fundação. O estatuto do Teatro Oficina Uzyna Uzona é baseado nesta dramaturgia de Brecht sobre o “acordo na transformação”.

*Sobre o show:*

Zé & Celso

Canções do Teatro Oficina por Zé Miguel Wisnik e Celso Sim

Neste show inédito, Zé Miguel Wisnik (piano e voz) e Celso Sim (voz), ao lado de Sergio Reze (percussão), apresentam diversas canções criadas especialmente para o Teatro Oficina dirigido por Zé Celso Martinez Corrêa. O repertório se baseia em músicas do próprio Wisnik em parcerias diversas com Oswald de Andrade, Eurípedes, Arthur Rimbaud e Paul Verlaine, Zé Celso e, Euclides da Cunha, criadas para “As boas” de Jean Genet, “Ham-let” de William Shakespeare, “Mistérios gozosos”, de Oswald de Andrade, “Cacilda” de Zé Celso Martinez Corrêa, “Os Sertões, O Homem II” de Euclides da Cunha e “Bacantes” de Eurípedes; além de canções inéditas de Zé Miguel Wisnik.

!/luis/ze_e_celso.jpg!

apoio:

Zé & Celso

Canções do Teatro Oficina

Zé Miguel Wisnik [piano e voz]

Celso Sim [voz]

Participação especial Sergio Reze [percussão]


Mitch Wishnowsky Womens Jersey