Gardner Minshew II Jersey Daniel Jones Womens Jersey  Estreia de Walmor Y Cacilda 64 – Robogolpe – Teat(r)o Oficina
Lendo

Estreia de Walmor Y Cacilda 64 – Robogolpe

Estreia de Walmor Y Cacilda 64 – Robogolpe

Abril de 2014. Aqui/agora, no Teat(r)o Oficina, sob uma ação jurídica de “Reintegração de Posse” do seu Entorno Tombado requerida pela RBV Residencial Bela Vista Empreendimentos Imobiliários Ltda., do Grupo Silvio Santos, artistas se reúnem para reinterpretar os fatos da história recente e atual do Brasil, transmutados em vida TEATAL.

O resultado é o musical *Walmor y Cacilda 64 – Robogolpe*, escrito por José Celso Martinez Corrêa e recriado pela Associação Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona como mais um canto vivo e solar pela liberdade encarnada em cena por cada atuador. A direção musical é de Adriano Salhab, Montorfano e Giuliano Ferrari, com trilha original inédita de Zé Celso e Cia. Oficina Uzyna Uzona.

Hamlet-Shakespeare clama: “O Teatro é a crônica imediata dos acontecimentos da época”. *Walmor y Cacilda 64: Robogolpe* é uma crônica sincrônica a um acontecimento concreto que entra na intriga. Esta peça, escrita em 1990, nos nosso Corpos Atuadores de HOJE, soa cada vez mais aqui/agora.

Começamos com a 1ª Cena da Tragédia Político Brazyleira: Seu Ator-Dramaturgo-Criador, o Presidente Getúlio Vargas (Marcelo Drummond), em seu suici-DAR-se político estratégico, aborta o Golpe e faz nascer, com seu texto trágico “Carta Testamento”, o desejo das “Reformas de Base”. Surgem, inspiradas pela necessidade de mudança, as “Iguanas do Dragão de Muchas Cabeças” (Cia. Oficina), os “subversivos” que São Jorge Robogolpe (Fred Steffen) tenta submeter ao estado exceção. Mas a potência da criação, a força instintiva da inquietação continua viva na terra, no Dragão que não aceita mais seu antigo papel de vilão.

Em 1964, o Teatro Cacilda Becker, na Federação Paulista de Futebol, Cacilda Becker (Camila Mota) é dirigida por Walmor Chagas (Marcelo Drummond) em “A Noite do Iguana”, de Tenesse Williams. Há um bichinho, uma Iguaninha presa debaixo do palco onde atuam:

*MARCELO WALMOR SHANNON*
(pra CACILDA CAMILA ANA)
Você quer soltar esse réptil?
Só porque ele é uma criatura do deus…
(pausa)
Então vamos começar a brincar de deus
como crianças brincam de casinha…
Está certo?
E agora o Xamã
vai soltar o raio da lagartixa
porque deus não solta
e nós estamos brincando de deus.

A Libertação de um bichinho tinha tudo a ver pra exprimir a crueldade e a violência do regime ditatorial que Caçava Humanos “Subversivos y Comunistas “. No Oficina, encenávamos “Pequenos Burgueses”, que foi tirado de cena no dia 1º de abril. Toda a classe teatral foi intimada a comparecer diante do Mr. DOPS para apurar a Subversão no Teatro Paulista. E comparecemos.

Maria Della Costa (Juliane Elting) e Cacilda Becker (Sylvia Prado) têm uma sacação estratégica de Grandes Atrizes da Política, que é a Arte do Teatro em si: Ambas pedem que os artistas compareçam à delegacia com fantasias de bons moços e moças, como num cortejo. Cacilda veste um Dior; Maria recorre a modelos da casa Vogue. Alugam dois Rolls-Royce, chamam toda a imprensa e descem com seus sapatinhos forrados de suas carruagens, sob as luzes da Tupi e dos flashes de todos os jornais e revistas.

Penetrando no pardieiro do DOPS, Cacilda e Maria Della Costa respondem ao interrogatório com uma clareza que deixa constrangido o delegado (Acauã Sol), diante das TVs que filmam a cena. As duas libertam não somente Cleyde Yáconis (Letícia Coura), como obtém a abertura de todos os teatros fechados depois de 1º de abril. Além desses, estão na montagem personagens importantes da história política e cultural brasileira, como Ítala Nandi (Liz Reis), Jango (Glauber Amaral), Darcy Ribeiro (Roderick Himeros), Maria Alice Vergueiro (Juliane Elting), Brizola (Marcelo Drummond) e Marighlella (Glauber Amaral).

Hoje o país ainda sofre os efeitos de uma Ditadura que insiste em se reinventar nos pequenos detalhes: o Poder do Estado pretende proibir o ato de manifestar-se livremente, com ou sem máscaras. Ao mesmo tempo, apresenta orgulhosa a nova armadura dos soldados da PM, uma máscara de corpo inteiro, fantasia de Robocop, para ser usada na “segurança” da Copa. A Cia. Oficina Uzyna Uzona, então, pergunta:

*Como nós, corpos sujeitos da vida e da história, seres livres vivos, vamos contracenar com esta estranha entidade – pessoa tanque de guerra de ficção científica?*

*Walmor y Cacilda 64 – Robogolpe* foi apresentada pela primeira vez ao público no último dia 1º. de abril, como uma leitura encenada da programação da Vigília pela Liberdade, projeto que envolveu diversas companhias teatrais paulistas, convidadas para transformar em obra de arte suas visões sobre os 50 anos do Golpe Militar. Com a excelente recepção do público, a Cia. Oficina Uzyna Uzona decidiu continuar com os ensaio do texto e produzir o espetáculo para uma breve temporada de seis semanas. Walmor y Cacilda 64 – Robogolpe aparece, portanto, como um entreato da Odisseia Cacilda, que já deu vida a quatro espetáculos independentes e complementares: Cacilda! (de 1998, com uma exclamação), Estrela Brazyleira a Vagar – Cacilda!! (de 2009, com duas exclamações), Cacilda!!! Glória no TBC e 68 AquiAgora (com três exclamações, de 2013) e Cacilda!!!! A Fábrica de Cinema & Teatro (com quatro exclamações, também de 2013). A montagem de Cacilda!!!!!, com cinco exclamações, está prevista para estrear em julho desse ano.

Dramaturgia e Direção: José Celso Martinez Corrêa
Conselheira poeta: Catherine Hirsch
Direção Musical: Adriano Salhab, Montorfano e Giuliano Ferrari
Trilha sonora original: Zé Celso e Cia. Oficina Uzyna Uzona
Elenco: Conheça o “TYAZO aqui”:http://teatroficina.com.br/menus/45/posts/780.

*Estreia: Dia 25 de abril, às 21h30*
*Temporada:* De 26/04 a 01/06, sempre aos sábados (21h) e domingos (19h)
*Local:* Teat(r)o Oficina – Rua Jaceguai, 520. Tel: 11. 3106-2818.
*Ingressos:* R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia) e R$5,00 (moradores do Bixiga, mediante comprovação de residência. Meia entrada para idosos, artistas, professores e cartão Petrobras. Vendas pela Compre Ingressos ou na bilheteria do Teatro Oficina, uma hora antes da sessão.
*Capacidade:* 300 lugares
*Duração: 120min*
*Indicação etária:* 16 anos
*Transmissão ao vivo neste site!*


Mitch Wishnowsky Womens Jersey