MOVIMENTO #VETAasTORRES

#FICAOFICINA

AMANTES AMADAS Y AMADOS

INICIAMOS HOJE UM MOVIMENTO DOS ARTISTAS DO BRASIL Y DO MUNDO, COM O POVO BRASILEIRO PARA Q ENVIEM PARA AS AUTORIDADES DO GOVERNO DE SÃO PAULO PEDIDOS DE VETO AO ASSASSINATO CULTURAL DA OBRA DE ARTE TEATRO OFICINA Y SEU ENTORNO TOMBADO.

NA MANHÃ DE SEGUNDA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO, O CONDEPHAAT – CONSELHO DE DEFESA DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARTÍSTICO, ARQUEOLÓGICO E TURÍSTICO DO ESTADO DE SÃO PAULO –  LIBEROU AO GRUPO SS A CONSTRUÇÃO DE TORRES DE APARTAMENTOS NO BAIRRO DO BIXIGA.

O Q FIZERAM OS 15 CONSELHEIROS QUE VOTARAM À FAVOR DAS TORRES EQUIPARA-SE À AÇÃO TERRORISTA DE DESTRUIÇÃO DE MONUMENTOS PELO ESTADO ISLÂMICO.

INVOCAMOS A FORÇA DA MULTIDÃO PARA QUE DIRECIONE, ATRAVÉS DE TEXTOS, VÍDEOS ETCETERA, AO GOVERNADOR GERALDO ALCKMIN, AO SECRETÁRIO LUIS PENNA E AOS CONSELHEIROS DO IPHAN E CONPRESP, PEDIDOS DE VETO AO EMPREENDIMENTO DO GRUPO SS E UM CLAMOR PELA DESTINAÇÃO PÚBLICA DESSE TERRENO.

foto | Jennifer Glass

A Companhia Teat(r)o Oficina Uzyna Uzona junto com moradores do Bixiga e do mundo, artistas, arquitetos desejam preservar livre, repleto de vazio, o último terreno verde de Sampã.

Não queremos construir edificações,

desejamos a poética do vazio como uma construção, num exercício de imaginação, criando bolsões de respiro no tecido urbano de São Paulo, permitindo ao terreno que se mantenha verdejado, permeável à luz, à chuva, ao tempo.

Um espaço para circos; shows; espetáculos ao ar livre em atuações de diversas companhias de teatro; música; artes visuais; cinema em instalações temporárias, efêmeras, em contracenação direta com a natureza.

Um vazio,

terra crua

permeável e modelável,

plasma

que se trasmute a partir das artes.

O terreno é de fertilidade extraordinária, no próprio sentido etimológico da palavra. Fecundo, pois abriga o leito de um rio, o rio do Bixiga, sufocado pelos processos de urbanização do bairro;  um pomar extraordinário, também sufocado por massas de concreto, que clama por voltar à terra crua em florescimento; uma terra viva de aluviões, que dá teatro e frutos.

Do mirante no lado oeste, na parte mais alta do terreno, na direção da rua Santo Amaro, se percebe o sítio arqueológico em pleno coração da cidade.

mirante do lado oeste, ponto mais alto do terreno | Foto: Brenda Amaral

 

É PRECISO ESTABELECER O DIREITO SOBERANO DA NATUREZA!!

Para isso, o cultivo do espaço seria dirigido por um conselho, uma curadoria, com a antropofagia como linha diretora, formado por burús, antropólogos, arquitetos, artistas, poetas, bichos, humanos com dimensão cosmopolítica e das artes para cuidar desse parque e de sua programação.

Uma oficina de florestas com infra-estrutura de banheiros, bebedouros, wi-fi, pontos de energia elétrica para transformar o espaço em um grande parque de cultura e respiro.

Hoje, voltamos com força e felicidade guerreira à essa luta que sempre nos inspirou.

Desde a década de 1990, com o projeto de Lina Bardi e Edson Elito, todo o trabalho da companhia é fruto dessa obsessão poética contra a especulação imobiliária.

PARA QUE SE CONCRETIZE ESSE ESPAÇO VERDE, PÚBLICO, É URGENTE VETAR A DECISÃO DESTE ASSASSINATO CULTURAL, GOLPE DADO PELOS 15  CONSELHEIROS DO CONDEPHAAT  Q DEMONSTRARAM IGNORÂNCIA E INCOMPETÊNCIA CULTURAL ABSOLUTA  PARA JULGAR A CAUSA DAS TORRES DO GRUPO SS NO ENTORNO TOMBADO DO TEATRO OFICINA .

 

A SESSÃO DO DIA 23 DE OUTUBRO

UM DOS CONSELHEIROS QUE CHEGOU QUASE NO FIM DA SESSÃO DECLAROU: “SOU UM CARTESIANO, NÃO DECIDO SUBJETIVAMENTE NESTA QUESTÃO, Q É OBJETIVA.”

QUIS DIZER: O DINHEIRO DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA NÃO É SUBJETIVO, É O Q INTERESSA.

O ATAQUE À SUBJETIVIDADE FOI REPETIDO EM VÁRIOS TONS Y FORMAS.

COMO PODE UMA PESSOA QUE ALEGA A SUPREMACIA DA OBJETIVIDADE EM DETRIMENTO DA SUBJETIVIDADE SE CONSIDERAR APTA À DECISÕES CONCRETAS SOBRE A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO ARTÍSTICO, HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO QUANDO LHE FALTA A CAPACIDADE FUNDAMENTAL DO EXERCÍCIO DE UMA PERCEPÇÃO SENSÍVEL, LÓGICA, LÚCIDA E AFIADA PARA QUALQUER TOMADA DE AÇÃO? COMO PODE UMA PESSOA SEM SUBJETIVIDADE SABER O Q É AR, ÁGUA, FOGO, TERRA EM NOSSOS CORPOS Q CONSTITUEM A MATÉRIA DA PERCEPÇÃO CULTURAL SUBJETIVA, BIOLÓGICA, CORRENDO NO NOSSO SANGUE?

Q SABEM ESSES 15 CONSELHEIROS SOBRE O Q É DEFENDER UM PATRIMÔNIO HISTÓRICO?

NÓS PRESENTES, ARTISTAS DA ASSOCIAÇÃO TEAT(R)O OFICINA UZYNA UZONA, NAQUELE DIA VIVÍAMOS MAIS UM CAPÍTULO DE NOSSA RIQUÍSSIMA HISTÓRIA SUBJETIVA: A Q NOS FEZ CONSTRUIR, CRIAR, 3 TEATROS – Y JÁ PARTINDO PRO 4º – EM NOSSO ENTORNO TOMBADO, NAS VÁRIAS FASES VIVIDAS EM NOSSOS CORPOS DA HISTÓRIA DA ARTE CÊNICA DO TEAT(R)O OFICINA. COM TODOS OS ARTISTAS, TÉCNICOS, FUNCIONÁRIOS – PESSOAS CULTAS Q EM 56 ANOS DE VIDAS CONSTRUÍRAM OBJETIVAMENTE – INSPIRADOS NA SUBJETIVIDADE DAS GRANDES PEÇAS Q CONCRETAMENTE CRIÁVAMOS Y CONTINUAMOS A CRIAR.

O TEAT(R)O OFICINA FOI DESAPROPRIADO PELO GOVERNADOR MONTORO COM UM TEXTO Q DEFENDIA SEU ATO PRA NOS PROTEGER DO CERCO DA COBIÇA DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA DO GRUPO SS.

DEFENDÍAMOS Y ESTAMOS DEFENDENDO HOJE ESTE PATRIMÔNIO CULTURAL NÃO SOMENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO, MAS DO BRASIL Y DO MUNDO.

TUDO Q DEFINE O CONDEPHAAT, DEFENDEMOS  COM RIGOR:

PATRIMÔNIO HISTÓRICO:

ESTAVAM PRESENTES ARTISTAS DE MUITAS GERAÇÕES DA HISTÓRIA FABULOSA DO TEATRO OFICINA NA SESSÃO DE 23 DE OUTUBRO  DE 2017, NO AUDITÓRIO DA SECRETARIA DE CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO, DEFENDENDO A HISTÓRIA CÉLEBRE, MARAVILHOSA Y CHEIA DE LUTAS DO TEATRO OFICINA NO BRASIL Y NO MUNDO DURANTE 56 ANOS Y AGORA EM PLENA FELICIDADE GUERREIRA DIANTE DO ARBÍTRIO DA DECISÃO DOS 15 CONSELHEIROS, BASTANTE IGNORANTES DO ÓRGÃO, Q NEM PERCEBERAM EM NOSSA PRESENÇA A HISTÓRIA VIVA DO TEAT(R)O OFICINA EM AÇÃO.

PATRIMÔNIO ARTÍSTICO:

NOSSO TEAT(R)O OFICINA – O TERREIRO ELETRÔNICO DE LINA BARDI Y EDSON ELITO, ONDE HOJE ATUAMOS, POR EXEMPLO, É CONSIDERADO ENTRE OS 10 MELHORES TEATROS DO MUNDO, “O MELHOR Y O MAIS INTENSO” PELO CRÍTICO DE ARQUITETURA DO JORNAL “THE GUARDIAN” DE LONDRES.

AS 5 PEÇAS Q CRIAMOS EM “OS SERTÕES”, DE EUCLIDES DA CUNHA, FORAM CONSIDERADAS O MELHOR ESPETÁCULO DO SÉCULO XX NO BRASIL PELA REVISTA “BRAVO!”.

SEM MENCIONAR OS MUITOS ESPETÁCULOS PREMIADOS Y DE SUCESSO TOTAL NO BRASIL Y NO EXTERIOR.

 

PATRIMÔNIO ARQUEOLÓGICO:

foto | Jennifer Glass

A “Arquiteto” LINA BARDI, desde 1969 trabalhando no TEATRO OFICINA, já na PEÇA “NA SELVA DAS CIDADES” DE BERTOLT BRECHT  nos revelava q o SERTÃO do Oficina era seu chão de Terra. Tanto q destruiu até o chão do Ring de Boxe, onde lutavam os Antagonistas da peça, pra encontrar a Terra da Rua Jaceguay 520. Fez a Arquitetura Urbana Cênica de “NA SELVA DAS CIDADES”, peça q, depois de “O REI DA VELA” y “RODA VIVA”, FOI CRIADA EM TORNO DA ARQUEOLOGIA URBANA DO ESPAÇO FÍSICO, TELÚRICO ANTROPOLÓGICO, DO TERRENO DA JACEGUAY 520. LINA TINHA COMO SEU PONTO DE PARTIDA EM SUA ARQUITETURA: A ARQUEOLOGIA URBANA.

NA CONSTRUÇÃO DO ATUAL TERREIRO ELETRÔNICO DO TEATRO OFICINA, AUTORIZADO PELO PRESIDENTE DO CONDEPHAAT, O GEÓGRAFO AZIZ AB’SABER, NA GESTÃO DO PIANISTA JOÃO CARLOS MARTINS, TENDO O GRANDE ARTISTA PLÁSTICO, CENÓGRAFO FLÁVIO IMPÉRIO, DEIXADO DOCUMENTADA A SUA POSIÇÃO, Q ERA A DA MAIORIA DO CONSELHO DO CONDEPHAAT EM 1982 – LIBERAVA A TRANSFORMAÇÃO INTERNA Q ELE MESMO HAVIA CRIADO, NO 2º TEATRO OFICINA, PARA Q ATENDESSE AOS NOVOS RUMOS DO TRABALHO Q A MONTAGEM DE “O REI DA VELA”, INAUGURANDO O TEATRO DE SUA AUTORIA DESENCADEOU, Y Q PORTANTO LINA BARDI, PRESENTE NA REUNIÃO DE TOMBAMENTO, POR NÓS GRAVADA EM VHS EM 82, DETERMINOU Q COM SUA ARQUEOLOGIA URBANA, CONSERVARIA A FACHADA DO  TEATRO OFICINA,  ASSIM COMO OS ARCOS ROMANOS DO LUGAR Q FOI UM VILA ITALIANA Y MAIS: OS TIJOLINHOS APARENTES DO LUGAR.

COM A AUTORIZAÇÃO DO CONDEPHAAT ABRIU O ENORME JANELÃO DE VIDRO DANDO PROS 300 METROS DO ENTORNO TOMBADO DO TEATRO OFICINA.

LINA AINDA PLANTOU COM SUAS MÃOS A ÁRVORE, COMO EM SUA 1º OBRA, A “CASA DE VIDRO DO MORUMBI”.

ESTA ÁRVORE, A CESALPINA, DEPOIS DE 24 ANOS DÁ SUA SOMBRA PARA O TERRENO TOMBADO. 

foto | Jennifer Glass

O TEXTO CONTINHA A PRINCIPAL RAZÃO DO TOMBAMENTO DO TEATRO OFICINA: DEFENDER SUA ARTE Y A REALIZAÇÃO DE SUAS PEÇAS DO CERCO DA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA DO GRUPO SS Q ANTES HAVIA TENTADO COMPRAR O PRÓPRIO ESPAÇO DO TEATRO OFICINA Y Q  FOI VENCIDO POR UM INCOMENSURÁVEL APOIO PUBLICO: 2 ARTIGOS DE PAULO FRANCIS Y UM SHOW NO GINÁSIO DO IBIRAPUERA Q REUNIU GRANDES ARTISTAS DO TEATRO, CINEMA  Y DA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA COM A PRESENÇA DE EMILINHA BORBA, MARLENE, CAETANO VELOSO, GILBERTO GIL, BABY CONSUELO, ZÉ KETTY, REGINA DUARTE, ÍTALA NANDI, SANDY CELESTE, EDGAR FERREIRA, SURUBIM FELICIANO DA PAIXÃO, etc…

PATRIMÔNIO TURÍSTICO:

Inúmeros Turistas de Todo o Brasil y do Mundo Todo frequentam as Peças do Oficina. As peças são transmitidas AO VIVO, no fogo do cinemaolho, vivo, do terreyro eletrônico, alcançando esse ano a marca de + de 1 milhão de visualizações ao redor do mundo. Temos Tradução para o Inglês Projetada numa das Paredes do Teatro, em torno de sua Galeria, durante as apresentações de nossas peças: Obras Primas da Dramaturgia Internacional de todos os Tempos y dos Grandes Autores Brasileiros: Oswald de Andrade, Nelson Rodrigues, Plínio Marcos, José Vicente….

FAZEMOS  ALÉM DE HISTÓRIA; ARTE TEATRAL TOTAL, MUSICAL, DE GRANDES AUTORES BRASILEIROS Y INTERNACIONAIS.

ESTE DOCUMENTO, PARA SER DIFUNDIDO NACIONAL Y INTERNACIONALMENTE, É DIRIGIDO AO GOVERNADOR ALCKMIN, AO SECRETÁRIO DE CULTURA DO ESTADO DE SÃO PAULO JOSÉ LUIS DA FRANÇA PENNA, MÚSICO, ATOR, CINEASTA Y AMBIENTALISTA, PARA Q SEJA VETADA A DECISÃO DOS 15 CONSELHEIROS DO CONDEPHAAT NA REUNIÃO DO DIA SEGUINTE AOS 49 ANOS DE CRIAÇÃO DESTE ORGANISMO.

15 CONSELHEIROS SUICIDARAM O CONDEPHAAT  TRANSFORMANDO-O EM UM CONSELHO ARBITRÁRIO DE PROTEÇÃO DO PATRIMÔNIO DA ESPECULAÇÃO FINANCEIRA IMOBILIÁRIA DO ESTADO DE SÃO PAULO.

 

NA FELICIDADE GUERREIRA

ASSOCIAÇÃO TEAT(R)O OFICINA UZYNA UZONA

 

#FICAOFICINA

#VETAasTORRES

#BIXIGAPATRIMONIOCULTURAL

#TEKOHA

 

foto jennifer glass


RELATED POST

COMMENTS ARE OFF THIS POST

Creampie
Anal
Threesome
Threesome
Anal
Blowjob
Threesome
Orgy
Orgy
Threesome