Lendo

Oficina chama autoridades para “Noitada̶...

Oficina chama autoridades para “Noitada”

Exma. Presidenta Dilma Rousseff

Exma. Ministra da Cultura Ana de Hollanda

Exmo. Presidente do IPHAN Luis Fernando de Almeida

Exmo. Presidente da Funarte Antonio Grassi

Exmo. Governador do Estado de São Paulo Geraldo Alckmin

Exmo. Prefeito da Cidade de São Paulo Gilberto Kassab

Exmo. Secretário de Cultura do Estado de São Paulo Andrea Matarazzo

Exmo. Secretário de Cultura Municipal de São Paulo Carlos Augusto Calil

Exmos. Poderes dos Povos do Brasil e do Mundo

Depois de mais de 30 anos de luta da Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona, com respaldo e sustentação do Movimento Cultural Brasileiro, apoio institucional, popular nacional e internacional, recebemos uma nova proposta de Silvio Santos, transmitida em reunião por seu representante Eduardo Velucci, Presidente da “Sisan Empreendimentos Imobiliários” à Produtora Ana Rúbia de Melo e à Arquiteta Cênica Carila Matzenbacher, artistas da Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona: 

TROCAR  SEU TERRENO, NO ENTORNO DO TEATRO OFICINA TOMBADO PELO CONDEPHAAT, CONPRESP e IPHAN, POR OUTRO DO MESMO VALOR EM QUALQUER LOCALIDADE DE SÃO PAULO.

Esta notícia auspiciosa vem de encontro à recomendação do Laudo de Tombamento, elaborado por Jurema Machado, que redigiu o parecer favorável que resultou na transformação do Teatro Oficina em Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, pelo IPHAN, dia 24 de junho de 2010.

Transcrevo a conclusão do parecer da representante cultural da Unesco no Brasil, Jurema Machado:

“É imediato associar o Teatro Oficina a esse contexto de efervescência do bairro do Bexiga com a preservação não apenas de suas edificações mas também dos usos e diversidade do bairro, por duas vias: tanto o Oficina pode ser tomado como elemento chave de um processo de reabilitação, quanto a preservação dos valores do bairro é essencial à vitalidade do Oficina.
O que não fica claro – e deveria merecer uma avaliação mais aprofundada – é porque uma cidade como São Paulo, onde se tem a maior e mais consolidada experiência de aplicação de instrumentos urbanísticos como a transferência do direito de construir e as operações urbanas não elegeu o Bexiga para a aplicação prioritária desses mecanismos, justo uma região tão bem localizada, que tem potencialmente muito mais valor para São Paulo – até mesmo sob o ponto vista estritamente financeiro – pela sua diversidade cultural do que pela quantidade de metros quadrados que se possa construir ali. Edificações com destinações comerciais e de serviços, que não tenham outros requisitos locacionais a não ser a acessibilidade, podem ser deslocadas dentro do espaço da cidade utilizando instrumentos dessa natureza. Já o lugar das práticas culturais é ali, e só ali. Se não for ali, o Bexiga como tal deixará de existir.

CONCLUSÃO

Considerando o Parecer da Relatora e após discussão do Conselho, foi a seguinte a decisão final:

Pela inscrição do Teatro Oficina no Livro de Tombo Histórico e no Livro de Tombo das Belas Artes.

Pela reavaliação posterior, pelo IPHAN, da delimitação do entorno, tendo em vista tratar-se de bem a ser inscrito também no Livro de Belas Artes e não exclusivamente no Livro Histórico.

Pela manifestação, ao Ministro da Cultura, de que o Ministério e o Governo Federal identifiquem mecanismos que viabilizem a destinação do terreno contíguo ao Teatro Oficina para um equipamento cultural de uso público, utilizando mecanismos tais como a aquisição, a desapropriação ou a conjugação destes com instrumentos urbanísticos a serem identificados em cooperação com o Município e com o Estado de São Paulo.”

No dia 19 de maio de 2011, o Jornal “Estado de São Paulo”, em seu Caderno “Metrópole”, anunciou a intenção do governo Kassab de TROCAR terrenos municipais pela construção de creches. Segundo a nota há R$ 480 milhões em terras públicas em diversas localidades para serem usadas como TROCA para mais creches municipais. Esta decisão é inspiradora, pois refere-se à venda de terrenos públicos para a construção necessária de creches em bairros periféricos de São Paulo.

A troca a que Sílvio Santos refere-se é do último terreno vazio no Bairro Periférico do Centro de São Paulo, o Bixiga, onde construiremos o “AnhangaBaú da Feliz Cidade”, projeto que completa o do “Arquiteto” Lina Bardi para o entorno do Oficina: construção de uma “Universidade Antropófaga”, uma “Oficina de Florestas” e de uma creche: a “Verdade na Boca das Crianças” – nome de uma das cenas da obra prima de Oswald de Andrade, a peça “O Homem e o Cavalo” – com atendimento pré-natal, o embrião da cultura = vida, que já nasce no ventre materno.

Nosso projeto visa criar a percepção pública urbana do Teatro, sua adoção da prática do Teat(r)o total nas escolas do Brasil como formação de brasileiros aptos a agirem com seu poder humano dentro das estruturas de poder do Brasil crescendo no mundo contemporâneo.

Precisamos superar os 7% de pessoas que foram ao Teatro em 2010, abrindo o  acesso à esta Arte Transformadora a todos os brasileiros. Como alvo urbano, mais imediato, temos o Renascimento do Bairro do Bixiga como Centro Popular e Cosmopolita de São Paulo.

O custo do terreno já foi calculado pela Caixa Econômica Federal. Já temos um valor oficial e já temos a disposição dos atuais proprietários em trocá-lo.

Os acontecimentos nesta mudança de Era acelaram-se, e pedimos um encontro imediato com todos os responsáveis pela destinação a ser dada ao entorno do Teatro Oficina, para que sejam tomadas medidas práticas urgentes a fim de que se concretize o mais breve possível esta Obra que irá mudar a Paisagem Cultural de São Paulo, do Brasil e do Mundo.

Da mesma forma que as forças se unem para que o projeto pioneiro e destemido do cientista Miguel Nicolelis ganhe forma e conteúdo no Rio Grande do Norte, inserindo o Brasil no circuito dos Países de Ponta na Tecnologia, a proposta de ocupação do entorno do Teatro Oficina com o “AnhangaBaú da Feliz Cidade” tem o mesmo perfil de proporcionar um salto na Cultura e Educação contidas no Teatro Contemporâneo de Multidões. Este novo experimento de uma Metrópole nova, terá relevância local, nacional e internacional.

Convidamos todas as autoridades do Brasil de forma pessoal e intransferível, a exercer seus poderes humanos, em suas estruturas de Poder, somando-se a todos os poderes criadores para juntos criarmos na capital do capital, esta Epifania da Vitória da Cultura Poder da Vida, diante da Especulação Financeira.

Desejo a possibilidade de uma “Noitada” no Teatro Oficina com todos os Poderes Públicos e humanos para, em torno de uma Fogueira ainda neste pré-Inverno já frio de SamPã, vivermos um momento de encontro em forma de democracia direta. Todos os entraves burocráticos seriam conversados com a Arte de um Fogo de Conselho, e superados por decisões.

Segundo seu representante Eduardo Velucci, Silvio Santos estaria presente nesta “Noitada”.

José Celso Martinez Corrêa

Presidente da Associação Teatro Oficina Uzyna Uzona


SamPã, 23 de maio de 2011


Amor, Ordem e Progresso

 


Creampie
Anal
Threesome
Threesome
Anal
Blowjob
Threesome
Orgy
Orgy
Threesome