Gardner Minshew II Jersey Daniel Jones Womens Jersey  Oficina no Arquivo Miroel Silveira – Teat(r)o Oficina
Lendo

Oficina no Arquivo Miroel Silveira

Oficina no Arquivo Miroel Silveira

Até 1968, todas as peças encenadas na cidade de São Paulo deveriam passar pelo Departamento de Diversões Públicas do Estado, órgão responsável pela censura até essa data . Ao todo, mais de seis mil processos foram abertos. Entre eles, estão todas as peças encenadas pelo Oficina nos seus primeiros dez anos de existência.

Desde o inicio de 2002, uma equipe da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, coordenada pela Profa. Dra. Maria Cristina Castilho Costa, vem desenvolvendo o Projeto de Pesquisa A Censura em Cena, que entre outras atividades realiza a organização e catalogação do Arquivo Miroel Silveira, formado com a herança do material arquivado pelo DDP. ??Além dos textos integrais das peças e dos documentos internos da censura (ofícios, pareceres dos censores, deliberações e outros), é possível encontrar coisas curiosas como panfletos distribuídos ao público de Roda Viva, solicitando a participação ativa no espetáculo. Ou, ainda, o original de Vento Forte para um Papagaio Subir e A Ponte, as duas peças de estréia do Oficina.

Para divulgação dessas informações, foi criado um Banco de Dados no qual constam informações como título, autor, produtor, diretor, atores, data e local de apresentação da peça, gênero (informado pelo proponente), resumo do texto, além de dados sobre a censura – nome dos responsáveis, deliberação censória e palavras censuradas, quando houver essas indicações. Esse banco está disponível na Internet no endereço www.eca.usp.br/ams.

Para quem quiser conhecer o arquivo pessoalmente, o endereço é Av. Prof. Lúcio Martins Rodrigues, 443, Cidade Universitária, em São Paulo. Como o acesso é restrito, convém agendar a visita pelo telefone (11) 3091 1607 ou pelo e-mail arquivoms@usp.br.


Mitch Wishnowsky Womens Jersey